parallax background

Fundraising e a última campanha de Natal

Quer apostar a sério em Marketing Digital?…
14/03/2018
 

Nos últimos anos tenho tido o privilégio de acompanhar as campanha de fundraising de Natal de várias Organizações – algumas com muito sucesso e outras nem tanto… Neste artigo gostava de partilhar algumas dicas para a realização de proveitosas campanhas de Direct Mail (envio de correspondência personalizada).

“Mas isso ainda se utiliza?!…”
Sim, especialmente para doadores a partir dos 35 anos. Por outro lado, neste mundo onde quase tudo acontece online, faz sempre bem ao ego receber um envelope com o nosso nome (mesmo que seja para pedir dinheiro =).

“Mas, então, quais os segredos para uma campanha de Direct Mail de sucesso?”
Nada melhor do que ouvirmos os conselhos de quem faz isto, e bem, há alguns anos. Poderia convidar vários colegas com experiência no assunto. Desta vez temos o prazer de contar com a perspetiva da Mariana Norton dos Reis (MR) – Diretora de Comunicação e Fundraising na Ajuda de Berço.

 

Mariana Norton dos Reis

Mariana Norton dos Reis (MR)

 

Qual o contributo percentual das campanhas anuais de Direct Mail nos donativos e quotas anuais da Ajuda de Berço?

Representou cerca de 23% do valor angariado em 2018 (sem contar com o valor das campanhas de IRS e IVA).

MR

 

Que segredos para o sucesso das campanhas pode partilhar connosco?

O DM é uma ferramenta que se pretende que seja de contacto directo e pessoal com o doador: muito personalizado (tratar o doador pelo nome e não usar o típico Exmo(a) Senhor (a); com um pedido específico (de valor e se possível a que corresponde esse donativo na vida prática da instituição) e com uma linguagem simples em que as principais mensagens sejam lidas nos primeiros segundos em que o doador abre a carta e o leve a reagir, ou seja, concretizar um donativo.

MR

 

Nos últimos 2 anos passaram a utilizar nas campanhas de DM as Referências MB únicas e a emitir e enviar automaticamente os recibos e cartas de agradecimento personalizadas – a partir do vosso CRM. Que valor estas inovações acrescentaram?

Esta tem sido uma ferramenta fundamental na agilização do contacto com os doadores. Torna o processo de concretizar o donativo muito ágil, não deixar de passar a vontade de doar a uma acção concreta. Por outro lado a integração com o CRM faz do processo de agradecimento e envio de recibo de donativo também um processo muito rápido. Tudo se processa em segundos.

MR

 

Sem dúvida que 23% dos donativos por DM é um excelente resultado para uma Organização como a Ajuda de Berço que aposta também em outras estratégias off e online (também com bons resultados – este assunto fica para outro post).

Deu para ficar a pensar no assunto e tirar umas dicas?
Se tiver interesse em aprofundar o assunto e analisar algumas soluções tecnológicas que podem maximizar os resultados das campanhas de DM, terei prazer numa conversa.

 

 

Bom trabalho!

 

(Foto: Clem Onojeghuo – Unsplash)

Tiago Carmona
Tiago Carmona
Consultor de marketing e tecnologia para a Economia Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *